O Sindiserviços-DF é contra a MP 905 que retira direitos e garantias trabalhistas

| 0

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Silva
A direção do Sindiserviços-DF, juntamente com os representantes da Central Única dos Trabalhadores -CUT, Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio e Serviços-Contracs, demais lideranças sindicais e representantes da sociedade civil, estão novamente presentes na manhã desta quinta-feira 13, na Audiência Pública no Senado Federal que está debatendo a Medida Provisória (MP 905/2019), no Congresso Nacional.

Para os sindicalistas, a medida provisória atinge frontalmente a classe trabalhadora, principalmente com a retirada de direitos e garantias trabalhistas e que estão contidas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), somente para servir aos interesses e ampliar o lucro ganancioso do mercado financeiro.

Para os trabalhadores e trabalhadoras terceirizadas, a criação da Carteira de Trabalho Verde e Amarela tenta instituir o emprego intermitente e a contratação de jovens com a imposição da limitação de dois anos no emprego e sem nenhuma garantia trabalhista e previdenciária.

A MP 905, também obriga o recolhimento de 7 a 8% de impostos para os desempregados e que recebem o seguro desemprego.

Ou seja, onera quem recebe no máximo um salário mínimo durante seis meses e está sem perspectivas de conseguir emprego no mercado de trabalho.

https://www.facebook.com/SindiservicosDf/posts/1385586951603382

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 5 =