A luta por Fora Temer, Diretas Já e Não às Reformar Golpistas

postado em: Notícias | 0

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva 
Fotos: Robson Oliveira Silva
Uma multidão de mais cem mil donas de casa, estudantes e trabalhadores do campo e da cidade, lotaram a Esplanada dos Ministério na tarde dessa quarta-feira (24), em Brasília, na Marcha Ocupa Brasilia – Fora Temer e Diretas Já.

Presentes na Marcha, os dirigentes da Central Única dos Trabalhadores – CUT Brasília e os diretores do Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados no Distrito Federal (DF), fizeram questão de demonstrar que desde o golpe na ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que foi eleita democraticamente por mais de 54 milhões de brasileiros, que o presidente farsante Michel Temer (PMDB) não dispõe da menor condição moral, ética e politica de continuar na presidência do nosso país.

 

Os sindicalistas, várias lideranças populares e parlamentares, como a deputada federal Erika Kokay (PT/DF), discursavam em cima do caminhão de som em frene a um Congresso Nacional totalmente cercado pela Policia Militar do DF (PM/DF), que lançava bombas de gaz de pimenta e tiros de bala de borracha, o que ampliou o tumulto e dispersava momentaneamente a multidão que resistia gritando FORA TEMER… FORA TEMER…

Numa aparente demonstração de covardia e brutalidade da Policia Militar, que transformou uma manifestação pacifica numa praça de guerra, o povo continuava a protestar também contra os parlamentares condenados e investigados por corrupção e que tentam aprovar na marra uma Reforma da Terceirização indiscriminada e sem limites, que transforma os prestadores de serviços em escravos e sem a Carteira de Trabalho assinada.

Juntam-se ao pacote de maldades dos golpistas, conforme a direção do Sindiserviços-DF explica, uma Reforma Trabalhista que rouba direitos e conquistas e joga no lixo a Consolidar das Leis do Trabalho (CLT), junto com a Reforma da Previdência que quer que os trabalhadores terceirizados morram trabalhando, finalizaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =