Todo Dia é Dia do Gari, parabéns!!!

postado em: Notícias | 0

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva 
Hoje é Dia do Gari (16 de maio). Para homenagear e fortalecer a criação da data alusiva, o deputado distrital Chico Vigilante (PT/DF), autor da proposta, coordenou na manhã dessa segunda-feira 15, Sessão Solene na Câmara Legislativa do DF (CLDF) que reuniu cerca de cinqüenta profissionais representando os mais de cinco mil trabalhadores na varredura e coleta do lixo no Distrito Federal (DF).

Na abertura da homenagem, o distrital Chico Vigilante fez um breve histórico sobre a coleta de lixo e falou que o projeto que estabelece o Dia do Gari está tramitando na Casa e que brevemente será homologado pelo governador.

Ele destacou a justa relevância de prestar essa homenagem aos profissionais que desempenham diuturnamente o importante papel de agentes públicos de limpeza urbana, que com o esforço diário garantem a limpeza e a higiene da cidade, alem de atuarem preventivamente para proteger à saúde da população.

Chico ressaltou que os garis sofrem várias situações de preconceito no exercício da profissão.

Numa delas, lembrou de uma moradora do Guará que ao oferecer água para a gari que limpa a rua aonde mora, disse que ela poderia levar o copo, pois não serviria mais para o uso na sua casa.

 

Combate ao preconceito e a discriminação 
E foi protestando contra discriminações e preconceitos que os trabalhadores sofrem diariamente, que a presidente Maria Isabel Caetano dos Reis, do Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados do DF, começou a sua fala.

Ao saudar os garis presentes na CLDF, falou sobre a importância de se instituir a data para homenagear os humildes garis do DF e, que também, são alvo de preconceito e discriminação, assim como os trabalhadores terceirizados que representa, principalmente os auxiliares de serviços gerais na limpeza e conservação da rede publica de educação e saúde do DF.

Conclamando a união das categorias para combater discriminações e preconceitos e protestar também contra o pacote de maldades que está sendo imposto para os trabalhadores mais humildes pelo presidente golpista Michel Temer (PMDB) e seus parlamentares condenados e suspeitos de corrupção.

Nesse sentido, diante da retirada de direitos, conquistas e falta de respeito com as Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) e a própria Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), Maria Isabel desabafou e disse que “nós, trabalhadores terceirizados, já estamos no tronco, já temos o capataz e só falta à chibata”.

 

Leis
Já a deputado federal Erika Kokay (PT/DF), ao se pronunciar contra as discriminações que sofre diariamente a categoria, ressaltou que mesmo vestidos por um uniforme com cores bem destacadas, os trabalhadores parecem ser invisível aos olhos de muitos da sociedade.

A deputada também fez questão de informar aos presentes que tramita na Câmara dos Deputados dois projetos de sua autoria; um para instituir o dia 16 de maio como o Dia Nacional do Gari. O outro é para tornar em crime toda e qualquer discriminação e assedio moral contra os garis.

 

Homenagens, campanha salarial e conquistas 
O diretor de finanças da Central Única dos Trabalhadores (CUT Brasília), Julimar Roberto de Oliveira, ao homenagear os trabalhadores, destacou o importante trabalho da direção do Sindicato de Limpeza Urbana do DF (Sindlurb), que tem mantido a categoria unida contra os covardes ataques praticados pelo governo neoliberal de Rodrigo Rollemberg (PSB/DF) e dos golpistas aliados com o governo federal.

Atualmente os garis estão em Campanha Salarial 2017 e aprovaram a proposta de reajuste salarial de 17% e aumento do tíquete-alimentação para R$ 800,00 reais ao mês. Alem de varias clausulas sociais que garantam o emprego, combata o constrangimento funcional, a discriminação, o assedio moral, melhore os turnos funcionais, locais de trabalho e a qualidade de vida da categoria e dos seus familiares.

O presidente do Sindilurb, Jose Claudio de Oliveira, destacou o importante trabalho da direção que tem dado amplo apoio aos trabalhadores nos locais de trabalho, ressaltando que a transparência na administração do sindicato com ponto fundamental para a ótima relação com a categoria e para a administração do Sindilurb que acabou de conquistar a sua sede. O que, fez questão de frisar, nos enche de orgulho.

Aproveitando a presença da diretora-presidente do SLU, Kátia Campos, o presidente e o secretário de finanças do Sindilurb, Raimundo Nonato C. Moraes, pediram mais apoio do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) junto às empresas contratadas pelo SLU para que as negociações da Campanha Salarial possam avançar com as reivindicações dos trabalhadores aprovadas e garantidas.

Kátia Campos, do SLU, disse que não tem medido esforços e aproveitou a Sessão para convidar o público para a realização do Concurso de Miss Gari, no próximo dia 20, às 19 horas, no Taguaparque.

Também deu informes sobre a da tradicional Corrida do Gari, no dia 4 de junho.

Os sindicalistas do Sindlurb aproveitaram para convidar a categoria para a Festa dos Garis, no dia 10 de junho, no Clube dos Comerciários, Núcleo Rural Ponte Alta Norte – Gama/DF.

 

Orgulho de ser gari
Varias outras lideranças sindicais se pronunciaram, assim como a gari gari Patrícia Vicente da Silva, que falou sobre a discriminação que a categoria sofre nas ruas.

Ela relatou que no primeiro dia em que pegou o ônibus uniformizado para ir para casa foi discriminada. Porem, visivelmente emocionada, evidenciou o seu orgulho de sustentar a sua família com o seu emprego digno.

E disse que quando vestiu o uniforme pela primeira vez na frente da filha, a menina disse que ela estava linda. “Toda vez que coloco esse uniforme me sinto uma guerreira” finalizou. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + dezenove =