Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Silva

Os trabalhadores terceirizados na limpeza e conservação das escolas públicas de Santa Maria, Taguatinga, Ceilândia e Gama entraram em greve na manhã desta terça-feira (17) contra novo atraso salarial e recebimento do tíquete alimentação do mês.

A Empresa Servegel, contratada pela Secretaria de Estado da Educação do DF (SEE/DF) para a prestação dos serviços, já deveria ter creditado os vencimentos dos seus empregados desde o ultimo dia 7 de abril, quinto dia útil do mês.

 

A SEE/DF se comprometeu em quitar os vencimentos dos auxiliares de serviços gerais até no máximo amanhã, quarta-feira (18). Ou seja, com onze dias de atraso.

 

Para a direção do Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados no DF, mesmo a SEE/DF tendo regulamentado os editais de contratação das empresas prestadoras de serviços em conformidade com a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da Categoria, é inadmissível que o Governo do Distrito Federal (GDF) não penalize as empresas que desrespeitam e atrasam os direitos dos seus empregados.

 

O GDF, também, considera o sindicato dos terceirizados, deveria obrigar a empresa a repor às perdas financeiras dos empregados.

Já o Sindiserviços-DF destacou que os trabalhadores poderão reaver o prejuízo, porém será necessário que procure a assessoria jurídica da entidade, para formalizar Ação de indenização por atraso de salário junto à Justiça do Trabalho.

https://www.facebook.com/SindiservicosDf/posts/905053739656708