O Brasil está vivendo um momento de grandes desafios. Com a reforma trabalhista em vigor, as relações patrão-empregado ficarão, sem sombra de dúvida, mais difíceis para os trabalhadores. Neste cenário, é de extrema importância o fortalecimento dos sindicatos na medida em que são estes os que buscam melhorar as condições de emprego e a qualidade de vida dos trabalhadores brasileiros, e de suas famílias, através da negociação de contratos coletivos de trabalho que abrangem toda a categoria, representada pelo sindicato.


A nova lei entrou em vigor no dia 11 de novembro de 2017, portanto, os sindicatos com data-base em dezembro ou em janeiro foram os primeiros a negociar no âmbito da nova legislação. A negociação entre o setor patronal e o Sindiserviços é um destes casos. Com data-base em janeiro, o reajuste elevou em 3,10% os salários de todos os trabalhadores representados pelo Sindicato, conseguindo garantir a reposição da inflação, que foi de 2,07% no período. Assim, o ganho real, ou seja, acima do aumento generalizado dos preços, foi de 1,01%.


O valor do auxílio alimentação dos trabalhadores representados pelo Sindiserviços, de R$31,50, é um dos mais altos no Distrito Federal. Outras categorias que também prestam serviços no DF(1) recebem em média R$21,32 pelo tíquete alimentação. É também consideravelmente superior ao valor do tíquete recebido pelos trabalhadores em asseio, terceirizados, em outras unidades da federação, onde a média é de R$15,05.


O salário mínimo pago para os trabalhadores no Sinderviços (piso), de R$ 1.156,09, também é superior aos pisos praticados no Distrito Federal em outras categorias onde também se contratam serviços de limpeza. O valor também é superior ao valor de entrada em trabalhos de telemarketing (R$ 980,74) e no comércio de maneira geral. Ao analisar a mesma categoria em outros estados percebe-se que o valor de entrada no Distrito Federal também está de acordo aos maiores pisos praticados no sul e no sudeste e supera os pisos praticados em Goiás (R$1.000) e em São Paulo (R$1.078,35).


A manutenção das demais cláusulas sociais e os benefícios saúde e plano odontológico também podem ser considerados uma conquista no cenário atual de crise econômica e desemprego crescente. Tendo em vista a nova reforma trabalhista, todas as cláusulas poderiam ser revistas e novamente pactuadas em patamares de menor proteção para os trabalhadores, retirando direitos anteriormente conquistados. Assim, cabe destacar, dentro de um balanço geral, o resultado positivo da negociação do Sindserviços e a necessidade do fortalecimento do Sindicato para garantir as conquistas dos trabalhadores e impedir qualquer tipo de retrocesso.


1 - Foram considerados setores como telemarketing, comércio varejista, serviços rodoviários no Distrito Federal.