Terceirizados nas escolas publicas estão há quase 100 dias sem o 13º salário

postado em: Notícias | 0

 

Terceirizados nas escolas publicas estão 

há quase 100 dias sem o 13º salário

 

 

 

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva 

Nesta segunda-feira (27) já vai para quase cem dias de atraso o pagamento do 13º salário dos três mil trabalhadores terceirizados na limpeza e conservação das escolas públicas no Distrito Federal (DF). 

Em greve, eles somam mais de 44% dos 3.8 mil auxiliares de serviços gerais que são prestadores de serviços gerias para a Secretaria de Estado da Educação do DF (SEE/DF).

Empregados da Empresa Juiz de Fora, o benefício já deveria ter sido pago no dia 19 de dezembro do ano passado. 

Recorrente, há mais de dois que a empresa vem atrasando o pagamento do salário e o tíquete alimentação dos trabalhadores. Neste mês, os trabalhadores somente receberam os seus vencimentos na ultima sexta-feira e sábado, 24 e 25 respectivamente, com 17 dias de atraso.   

O Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados no DF, já formulou denuncias e participou de diversas audiências no Ministério Publico do Trabalho (MPT) e na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/DF), com a presença dos donos da empresa e os representantes do Governo do Distrito Federal (GDF). 

Porém, a situação se repete há mais de dois anos, sem que a SEE/DF tome uma atitude mais enérgica com a empresa, no que já foi orientada pelos procuradores do trabalho do MPT/DF-TO e os fiscais da SRTE/DF, para que essa triste situação tenha um fim. 

O sindicato emitiu Nota, seque abaixo, na qual solicita a compreensão e acolhida das direções regionais de ensino, professores, auxiliares educacionais e a sociedade em geral, para que juntos tenhamos um ano letivo de pleno êxito para os nossos filhos, razão principal da nossa luta pelos nossos direitos.
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − nove =