Trabalhadores terceirizados aprovam reajuste salarial em Assembléia da Data-Base

postado em: Notícias | 0

Trabalhadores terceirizados aprovam reajuste salarial em Assembléia da Data-Base

 

 

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva

 

 

Milhares de trabalhadores terceirizados no Distrito Federal (DF), que são representados pelos Sindiserviços-DF, reunidos em Assembléia Geral da Data-Base 2017, realizada no final da tarde desta terça-feira (31), no estacionamento do Teatro Nacional, aprovaram por ampla maioria o reajuste salarial de 6,57% para os salários entre R$ 1.052,20 a R$ 3.000,00 e 5,5% para os pisos salariais acima desse valor.

 

O tíquete alimentação, que era de R$ 27,50, agora será de R$ 29,50, com aumento de 7,27 %.

 

Mesmo diante da habitual intransigência patronal na Mesa de Negociação, que se utilizou o tempo todo do discurso da crise econômica com a possibilidade de desemprego e ameaças de levar às negociações para o dissídio coletivo, a categoria conquistou reajustes acima da inflação registrada pelo Índice de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA).  

 

Os patrões também tentaram modificar várias cláusulas sociais e extinguir o Plano de Saúde dos Trabalhadores.  

 

Porem, a direção do Sindiserviços-DF conseguiu manter o benefício com o aumento para o patrão de R$ 170,00 e a co-participação dos trabalhador em R$ 25,00.

 

As demais cláusulas sociais foram mantidas intactas na Convenção Coletiva de Trabalho das Trabalhadoras e dos Tramadores Terceirizados no DF.  

 

 

 

 

 

Deputada Erika Kokay (PT/DF)  

 

 

 

 

A deputada federal Erika Kokay (PT/DF) informou para a plenária que estará apresentando um projeto de lei para excluir das licitações públicas empresas que atrasam salários, benefícios e desrespeitam os seus empregados.

 

Para referendar sua proposta de projeto de lei, a parlamentar utilizou o sofrimento que a categoria tem passado nos últimos anos com os constantes atrasos de salários e benefícios por parte das empresas prestadoras de serviços para o Governo do Distrito Federal (GDF).

 

 

 

 

      A deputada federal Erika destacou que ela e a direção do Sindiserviços-DF estiveram reunidos com o procurador de justiça do Ministério Publico do DF, Jairo Bisol, que deverá interpelar o GDF quanto à regularização dos contratos de terceirização e fazer as empresas cumprir com as clausulas e normas contidas na Convenção Coletiva da Categoria.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =